29 de fevereiro de 2012

"Tem beijo que parece mordida, tem mordida que parece carinho, tem carinho que parece briga, tem briga que aparece pra trazer sorriso. Tem riso que parece choro, tem choro que é por alegria, tem dia que parece noite e a tristeza parece poesia. Tem motivo pra viver de novo, tem o novo que quer ter motivo, tem aquele que parece feio, mas o coração nos diz que é o mais bonito. Descobrir o verdadeiro sentido das coisas é querer saber demais, querer saber demais. Sonho parece verdade quando a gente esquece de acordar, o dia parece metade quando a gente acorda e esquece de levantar." O Teatro Mágico, Sonho de Uma Flauta.

4 comentários:

  1. .


    Ih...
    Tem tanta coisa que parece,
    mas não é que você não faz
    ideia. Tem beijo que parece
    um tapa de criança, mas
    tem esbarrão que parece a
    estocada do orgasmo. Tem mu-
    lher que não pensa no que
    quer enquanto as que não que-
    rem provocam sem pensar.
    É isso aí, minha adorável de-
    saparecida.
    Seja-bem vinda ao lar, já
    que a casa ainda guarda o seu
    perfume.

    silvioafonso





    .

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Amo o Teatro,

      Ia comentar o post acima, mas quando bati o olho nesse, não resisti: eu me rendo a mágica dessa trupe,

      Excluir
  2. Hola, concisas y precisas letras desnudan a golpe de talento la germinal belleza de este puro blog, si te va la palabra encadenada, la poesía, te espero en el mio,será un placer,es,
    http://ligerodeequipaje1875.blogspot.com/
    gracias,buen día, besos eternos..

    ResponderExcluir

❝Sabe, serei seu lar se quiser. Sem pressa, do jeito que tem ser."


Seu comentário é sempre bem vindo!
Comente, opine, se expresse! Este espaço é seu!

Obrigada!