17 de dezembro de 2011

"A verdade é que desde sempre foi complicado entender o que eu sinto, mas eu sempre tentei descrever em palavras para que, quem sabe alguém mais ou menos desocupado do que eu, pudesse entender por mim. A vida bateu na minha cara, muitos dias seguidos, sem poesia nenhuma que era pra me deixar sem vontade alguma de abrir os olhos. Só que os olhos são meus e cabe a mim saber até onde é bom enxergar, mesmo que sejam só coisas ruins que não vão me dar o sorrisinho que eu tenho que carregar todas as manhãs. Assim como tudo na vida, amores e amigos vêm e vão e, fico aqui perguntando baixinho, quem sou eu então pra decidir que os meus não deveriam ir? Não adianta mais prometer que será pra sempre. Eu não quero promessas. Promessas criam expectativas e expectativas borram maquiagens e comprimem estômagos. Eu não quero dor. Eu não quero olhar no espelho e ver você escorrer, manchando minha maquiagem. É pelo medo de cair de novo que meus joelhos tremem. Eu quero, no mínimo uma garantia. E eu só preciso me desfocar do sonho que me deixa míope e enxergar além, ou melhor: enxergar o que está na minha cara. Antes de dormir rezei, pedi a Deus que perdoe tanta ingratidão de minha parte, por não enxergar tudo de bom que a vida me oferece, e continuar aqui me lamentando e fazendo tudo por você."
Tati Bernardi 

8 comentários:

  1. Não se preocupe tanto em entender: viver ultrapassa QUALQUER entendimento,


    Bjkas

    ResponderExcluir
  2. "Eu não quero promessas. Promessas criam expectativas e expectativas borram maquiagens e comprimem estômagos. Eu não quero dor." adorei essa parte! òtimo texto!

    obrigada pelo comentário! bjoo

    ResponderExcluir
  3. obrigada pelo carinho lá no blog, seguindo-te. bjoss

    ResponderExcluir
  4. Adorei o texto, um dos melhores! Gostei de tudo, mas "A vida bateu na minha cara, muitos dias seguidos, sem poesia nenhuma que era pra me deixar sem vontade alguma de abrir os olhos" - foi particularmente genial

    ResponderExcluir
  5. Nossa... Cheguei a sentir um aperto no peito ao ler... Intenso demais!
    Vim apreciar e também desejar que o seu Natal seja rico em amor e o novo ano seja marcado por muitas realizações!
    Um abraço carinhoso

    ResponderExcluir
  6. Amei, amo a beleza
    Tropecei muita vez na incerteza
    Transformei miséria em realeza
    Ri de contente e de tristeza

    Ri para os olhos que me deram amor
    Ri para o mar onde pesquei ilusões
    Ri em cada partida e chegada
    Que fiz numa vida de contradições

    Procurei o segredo da verdade feliz
    Percorri o caminho do vento cheio de ardor
    Uma gaivota entregou-me uma concha cheia de mar
    Era…O Elixir do Amor…

    Um mágico Natal

    Abraço-te

    ResponderExcluir

❝Sabe, serei seu lar se quiser. Sem pressa, do jeito que tem ser."


Seu comentário é sempre bem vindo!
Comente, opine, se expresse! Este espaço é seu!

Obrigada!